Programa Comunidades Urbanas

O UniRitter, além de ser uma instituição de ensino e pesquisa voltada para sua realidade interna, assume sua função social em relação ao espaço em que está inserido através da extensão universitária comunitária.

A realidade complexa do entorno do campus do UniRitter em Porto Alegre é a motivação do Programa Comunidades Urbanas, cujos focos são a educação ambiental e a geração de renda como formas de promoção da cidadania.

O Programa Comunidades Urbanas é um programa temático que se estrutura com base na cooperação entre as diferentes áreas do conhecimento que representam os diferentes cursos da Instituição: Administração, Arquitetura e Urbanismo, Design, Direito, Informática, Letras e Pedagogia.

O Programa propõe projetos de extensão comunitária, assessorias e consultorias que têm os objetivos de:

  • promover o autoconhecimento das comunidades;
  • incentivar os mecanismos de organização e significação do espaço;
  • resgatar a cultura, a história e os saberes locais;
  • propiciar a qualificação profissional dos moradores da região e, consequentemente, a geração de renda;
  • disseminar o acesso a saberes e tecnologias aplicáveis, pela comunidade, à melhoria da sua qualidade de vida;
  • favorecer a inclusão digital;
  • promover o empreendedorismo local.

A participação de alunos, professores e funcionários ocorre através de projetos que se identifiquem com os focos do Programa, encaminhados à ProPEx em atendimento aos editais anuais para projetos extensionistas. Os projetos são desenvolvidos a partir dos seguintes temas:

  • Cuidado a crianças e adolescentes
  • Educação ambiental
  • Direitos humanos e sociais
  • Empreendedorismo local
  • Memória e incentivo à leitura
  • Inclusão digital
  • Produção de vídeo
  • Produção de artefatos
  • Revalorização de espaços comunitários
  • Terceira idade

São comunidades e instituições parceiras:

  • Rede de Proteção da Criança e do Adolescente da Microrregião 5
  • ONG Redecriar
  • ONG Maria Mulher
  • Centro Comunitário da Vila Orfanotrófio I
  • ONG USP’s – Vila Tronco I
  • Escolas Públicas da Região da Grande Cruzeiro do Sul

Coordenadora do Programa Interdisciplinar Comunidades Urbanas: Prof.ª Líria Romero Dutra

Projetos do Programa

Oficinas de Formação Profissional: O que esta atividade de extensão propõe são cursos de desenho com o objetivo de inclusão social através do desenhar, tanto no aspecto de construção de valores pessoais ou coletivos quanto do aprendizado de um desenho relacionado ao mundo do trabalho, possibilitando um melhor desempenho nas tarefas já realizadas quanto à ampliação de funções.

Oficina Permanente de Capacitação em Conforto Ambiental e Eficiência Energética:
Objetivo Geral: desenvolver uma oficina permanente de capacitação em conforto ambiental, transferindo tecnologia aos moradores da Vila Orfanotrófio.
Objetivos Específicos: Desenvolver na comunidade o conhecimento sobre conforto ambiental e eficiência energética; Desenvolver oficina para aplicar os conhecimentos desenvolvidos nas pesquisas acadêmicas, atuando inicialmente na Creche, com a implantação de aquecedor solar de água, melhoria do isolamento térmico da cobertura e ventilação cruzada na sala de brinquedos, utilizando materiais reciclados; Desenvolver o conhecimento de técnicas de representação gráfica, ensinando os trabalhadores a ler e entender plantas e escalas utilizadas em projetos arquitetônicos, utilizando como material didático o projeto atualizado da Creche Esperança.

Lixo: consumo e sobrevivência - Os objetivos gerais do presente projeto para o período de 2008 compreendem: a conclusão do Manual da Embalagem: consumo e impacto ambiental; a divulgação dos resultados (já obtidos durante o ano de 2007) em escolas de educação infantil e ensino fundamental, objetivando provocar nos estudantes (e, por conseguinte, na sociedade como um todo), consciência crítica necessária à preservação ambiental. Como objetivo secundário, porém não menos importante, podemos elencar o trabalho de conscientização ambiental dos freqüentadores do UniRitter através da divulgação do material referido no objetivo geral 2 (painéis, mostruários, etc.).

Costurar a própria vida: Geração de renda com técnica e estética: O objetivo do projeto é contribuir para que o público-alvo do projeto, as trinta mulheres indicadas pela ONG Maria Mulher, se torne independente financeiramente, constituindo, a seu tempo, e se for sua vontade, uma cooperativa de trabalho. Contribuir para que esse primeiro grupo de mulheres, uma vez autônomo, seja multiplicador da iniciativa. Documentar o processo de modo a constituir a memória desse grupo de mulheres. Os documentos serão a base para publicações e apresentação dos resultados em eventos acadêmicos. Após o período de financiamento, o projeto deverá atingir um patamar de auto-sustentação, na medida em que os conceitos de desenvolvimento de produto sejam assimilados pelas costureiras. A partir de resultados positivos de um processo de intervenção projetual, realizado sob o enfoque colaborativo por um grupo interdisciplinar de professores e alunos, acredita-se que serão construídas as bases para a sua continuidade. Em decorrência do aprendizado coletivo sobre a importância da integração entre comunidade e centro universitário, será possível continuar o processo de desenvolvimento de produtos de forma sistemática, ampliando, inclusive, a abrangência do projeto para outras comunidades que demonstrem interesse em ampliar seus horizontes. A Equipe procurará minimizar os principais riscos de insucesso da proposta, tais como: a não aceitação das atividades propostas pela equipe executora, a identificação equivocada dos sujeitos que constituem o público-alvo, a desmobilização que pode acontecer ao longo do projeto, a frustração de expectativas de sucesso comercial e administrativo do negócio.

O Direito do Consumidor e a Comunidade: Assim como o projeto já desenvolvido no campus Canoas, constituem objetivos do projeto a ser desenvolvido no campus Porto Alegre: Capacitar a comunidade ao exercício de seus direitos enquanto consumidores e cidadãos, mediante a educação e informação quanto aos seus direitos e deveres, com vistas à melhoria do mercado de consumo; Proporcionar aos acadêmicos de Direito do UniRitter a interação com a comunidade, de modo a proporcionar-lhes uma aprendizagem diversa e complementar à vivência acadêmica, defrontando-os com uma realidade diferente da vivenciada em sala de aula. 3. Possibilitar uma inserção do Núcleo de Direito do Consumidor do curso de Direito do UniRitter na comunidade do entorno do campus Porto Alegre, a fim de que a academia não perca de vista a realidade social da qual faz parte.

Papo Legal/2008:
Objetivo Geral: Capacitar a comunidade do entorno do campus de Porto Alegre na busca pelos seus direitos, bem como fortalecer a formação cidadã do operador de direito.
Objetivos Específicos: Desenvolver uma metodologia de trabalho interdisciplinar para oficinas de direitos fundamentais; - qualificar o estudante de direito na identificação de problemas sociais; - construir estratégias coletivas com a comunidade na luta por políticas públicas.

Intervenção interdisciplinar em coletivos: vulnerabilidade social de direitos humanos II:
Objetivo Geral: ampliar o serviço de assistência à comunidade da Restinga, proporcionando espaços de discussão familiar e coletiva sobre temas no âmbito dos conflitos familiares.
Objetivos Específicos: instaurar um processo de assessoria jurídica popular, no qual alunos do UniRitter e da Ufrgs possam desenvolver uma prática interdisciplinar de socialização do conhecimento; disponibilizar ao Fórum da Restinga um serviço de acompanhamento psicossocial às partes dos processos que envolvem conflitos familiares, bem como levantar dados dos casos encaminhados e analisar os efeitos produzidos no andamento dos processos e nas relações familiares dos participantes deste projeto; contribuir com o projeto piloto do Juizado Especializado da Violência Doméstica nos procedimentos de triagem e de esclarecimentos sobre a Lei Maria da Penha; sistematizar uma dinâmica de oficinas com adolescentes sobre a temática da violência doméstica; integrar a Rede da Criança e do Adolescente do bairro Restinga, com intuito de aprofundar as trocas de saberes.

Direitos Humanos em prática!
Objetivo Geral: aproximar os estudantes de direito de casos práticos de violação de direito humanos.
Objetivos Específicos: aproximar os estudantes de direito de outras áreas do saber, como psicologia e assistência social; despertar a capacidade investigativa dos estudantes de direito para elucidar os mais diversos casos práticos de violência; possibilitar que o estudante de direito saia do âmbito da academia e coloque em prática a tutela jurídica de proteção dos direitos humanos por meio de contato com a rede comunitária (conselho tutelar, escolas, abrigos etc.); possibilitar que estudante tenha contato com adolescentes em cumprimento de medidas sócioeducativas no CRVV por meio da construção e troca de conhecimentos sobre violência doméstica, pichação e Estatuto da Criança e do Adolescente.

A efetivação dos Direitos Humanos da Mulher: O objetivo do projeto é aproximar a academia da comunidade, possibilitando a troca e a produção do conhecimento sobre a temática de violência doméstica no espaço comunitário, pontualmente na ONG Maria Mulher; discutir o que é a violência doméstica; esclarecer o que é a “Lei Maria da Penha” (Lei nº 11.340/06); esclarecer aspectos sobre Direito de Família, como divórcio, separação, alimentos, guarda etc.; esclarecer os aspectos criminais da Lei 11.340/06; esclarecer o ciclo da violência doméstica e suas conseqüências psicológicas para família; encaminhar casos para o SAJUIR de Porto Alegre.

Comunidade Pelletier:
Objetivo Geral: Proporcionar, pela interação das comunidades UniRitter / Pelletier / IPC, ações de humanização em todas as instâncias da comunidade carcerária, com ênfase no resgate da auto-estima e da inclusão social.
Objetivos Específicos: Fomentar a responsabilidade social, integrando o aluno do UniRitter em ações de pesquisa exploratória e intervenção na Comunidade Pelletier; Oportunizar aos alunos experiências concretas para a qualificação técnica, jurídica e humanista; Conjugar o trabalho a desenvolver junto à realidade penitenciária, com discussões e reflexões sobre a temática a ser desenvolvida, instigando a busca de alternativas para a inclusão social; Fomentar a pesquisa acadêmica por meio do mapeamento de possibilidades e necessidades da comunidade envolvida; Estender as ações que serão realizadas a todos os participantes da comunidade, dando uma atenção especial aos agentes; Organizar os encaminhamentos decorrentes dos mapeamentos e levantamentos; Promover ações que possam mostrar a Comunidade Pelletier / IPC para a sociedade sob uma nova perspectiva.

Educação ambiental: a efetividade do direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado pela interdisciplinaridade – Porto Alegre
Objetivo Geral: Colaborar para a formação de uma consciência ambiental nas escolas das comunidades do entorno do UniRitter em POA: desenvolver uma metodologia transdisciplinar de atuação socioambiental; atuar de forma democrática encontrando junto com as comunidades as melhores formas de atuação; desenvolver nos alunos e professores habilidades para o trabalho transdisciplinar; realizar palestras, debates, dinâmicas de grupo que estimulem uma atuação independente e consciente dos alunos, funcionários e professores, não só no entorno do UniRitter, mas também em nosso campus; realizar oficinas que criem atividades que envolvam os alunos da comunidade do entorno em uma prática ambientalmente saudável.

Construção da Identidade
Objetivo Geral: Desenvolver a consciência preservacionista ambiental em crianças e adolescentes, para que assumam um papel ativo na defesa do ambiente natural.
Objetivos Específicos: realizar oficinas de transformação de embalagens em brinquedos e utilitários; Enfatizar a importância de as crianças e os jovens agirem de modo responsável em relação ao ambiente natural.

O Morro conta sua história
Objetivo Geral: Congregar a comunidade do complexo das vilas da Grande Cruzeiro no resgate da memória individual e coletiva da comunidade.
Objetivos Específicos: registrar, em áudio ou áudio/vídeo as histórias pessoais dos membros da comunidade, especialmente dos idosos; publicar o registro das histórias, seja através de registro escrito, seja através de documentário em áudio/vídeo; divulgar tais registros na comunidade e fora dela, com a anuência da comunidade; assessorar, com treinamento específico, em especial os idosos, para que contem suas histórias aos mais jovens da comunidade em oficinas de “contação de histórias”; subsidiar o UniRitter para uma intervenção extensionista mais ampla na comunidade.

Aprendizes Digitais: A ideia central do projeto continua sendo o desenvolvimento de ações e atividades relacionadas com inclusão digital (computadores, software livre, etc.), direcionadas para fins culturais (criação de redes de educação) e para fins de sustentabilidade ambiental estabelecendo formas de reciclagem das máquinas que são doadas. Destaca-se que todas as atividades devem atender ambos os campi do UniRitter (POA e Canoas).

Cinema e Comunidade: O objetivo do projeto é proporcionar acesso à arte cinematográfica; promover o gosto pelo cinema; criar condições para a reflexão sobre temáticas do cotidiano a partir da análise de filmes.

Uso de Software e produção de vídeo
Objetivo Geral: Promover a aprendizagem de técnicas de produção e edição de vídeo. Dar instrumentos para que a população da Vila Cruzeiro se manifeste culturalmente. Objetivos Específicos: propiciar o uso de software livre; oportunizar exercício de elaboração de roteiros, estimular o exercício da criatividade e de manifestações culturais, por meio da manipulação de imagens. A aluna extensionista Raquel Sordi desenvolve também, com as adolescentes do Maria Muller, a atividade de ensino de desenho e de produção de estórias em quadrinhos.

 


 

Programa de Incentivo à Leitura e à Escrita

O Programa de Incentivo à Leitura e à Escrita visa, primordialmente, contribuir para a inclusão social pelo letramento, procurando atender a diferentes demandas de interação linguística escrita, através de projetos com ênfases diferenciadas. Os projetos que compõem o programa objetivam oportunizar experiências culturais coletivas, privilegiadamente de leitura e escrita, e atender a interesses, anseios e projetos de vida dos diferentes grupos envolvidos, viabilizando situações de aprendizagem que apresentem a leitura não só como fonte de informação e conhecimento, mas, sobretudo, como oportunidade de vivenciar a cidadania e o prazer de ler.

As experiências de escrita procuram resgatar memórias, vivências, experiências de trabalho e decorrem da reflexão produzida pelos textos lidos ou do envolvimento com atividades socioculturais. As atividades que integram esses projetos baseiam-se na concepção de que a educação se faz ao longo da vida e em diferentes situações, por isso destinam-se a grupos sociais de distintas faixas etárias e são desenvolvidas em diferentes locais na Empresa de Viação Ouro e Prata, no Presídio Feminino Madre Pelletier, na sede da ONG WinBelemDon, no Residencial Alto Teresópolis, em escolas e no próprio UniRitter.

Central de Serviços











Trabalhe conosco | Entre em contato | Nota Legal | Créditos | Como chegar | Indicar site | Informar erro nesta página
Todos os direitos reservados - Melhor visualizado em 1024 x 768 @ IE 7+ ou Firefox 3+